Valérian e Laureline : uma banda desenhada culta, moderna, e indispensável.

Foi em 1967 que o argumentista Pierre Christin e o desenhador Jean-Claude Mézières publicaram as primeiras pranchas das aventuras de Valérian e Laureline, na revista Pilote. A sua série, então intitulada Valérian, Agente Espacio-Temporal, impõe-se como uma referência da ficção-científica no curso das décadas seguintes, e a sua influência ultrapassa rapidamente as fronteiras originais, influenciando até um certo George Lucas e a sua Star Wars… 50 anos após o nascimento da BD, o filme Valérian e a Cidade dos Mil Planetas, escrito, realizado, e produzido por Luc Besson, chegará às salas francesas a 26 de Julho de 2017, com Dane De Haan e Cara Delevingne nos principais papéis. A ocasião para compreender-mos porque é a banda desenhada de Christin e Mézières, que acaba de ser reeditada pela Dargaud, uma obra incontornável, e que continua a ser de uma modernidade incrível.

… Didier Pasamonik, redator-chefe de ActuaBD, responde às nossas perguntas sobre esta saga de culto. A saga Valérian e Laureline iniciou-se há 50 anos. Como é que esta BD francesa se tornou uma referência na ficção-científica, aqui, e no Mundo? Em França, foi simples : é uma das primeiras BD de FC da revista Pilote que continha ma revolução nas publicações para os jovens da sua época. O desenho de Jean-Claude Mézières, herdeiro de Jijé e condiscípulo de Giraud/Moebius era clássico, na linha da escola franco-belga, mas integrando-se graficamente na modernidade da BD contemporânea da época. Mas, contrariamente à produção americana, os argumentos de Pierre Christin não se resumem simplesmente a acção, e a um maniqueísmo redutor. Havia uma reflexão elaborada sobre o destino da humanidade, os seus percursos e as suas esperanças face a novos mundos. Quanto à sua notoriedade no resto do Mundo, é necessário relativizar : Valérian não era conhecido até Besson se encarregar dele.

Pode-nos falar das influências da saga Valérian e Laureline ? E quem são hoje os herdeiros de Christin e Mézières ?

A influência é sobretudo indirecta, e passa pelo cinema. Não é segredo para ninguém que as equipas de George Lucas viram de muito perto o universo de Valérian e Laureline, especialmente na elaboração das naves, e dos povos representados. Séries como Axel Munshine : O Vagabundo dos Limbos de Godard e Ribera, Orbital de Sylvain Runberg e Serge Pelé, e mesmo Em Busca do Pássaro do Tempo de Serge Le Tendre e Régis Loisel ou ainda Antarès ou Terre Lointaine de Léo têm um pouco de Valérian e Laureline no seu ADN.

O que espera da adaptação ao cinema desta BD de culto ?

Espero que Luc Besson tenha conseguido captar a delicadeza e subtileza de Christin, que nunca cai na caracterização burra, ou em acções de deboche desnecessários. Quanto ao princípio da adaptação, recordo que Valerian e Laureline tinha sido adaptado para desenhos animados pelos japoneses. Eles estavam irreconheciveis ... Isso acalma ...

Fonte: Lecteurs.com

Pin It

  1. Autor
  2. Seleção
  3. Facebook

Maurizio Dotti

sábado, 21 abril

Giovanni Eccher

sábado, 21 abril

Mauro Boselli

sábado, 21 abril

Pasquale Ruju

quarta, 18 abril

Moreno Burattini

quarta, 18 abril

  1. Livro
  2. Clássico
  3. Editora

Dampyr - Aventuras...

sexta, 20 abril

Wang Jen-Ghié...

quinta, 19 abril

Tex - A Lenda de Tex

quarta, 18 abril

Mais Valias Face à...

domingo, 15 abril

O Ouro de...

quinta, 12 abril

S.O.S. Meteoros por E…

sábado, 12 março

Quem são os Longway ?

domingo, 13 março

XIII - A Série

domingo, 03 abril

Christian Godard: Mar…

domingo, 03 julho

Norma Editorial

sábado, 7 abril

Marsupial Editora

domingo, 11 fevereiro

Toutain Editor

quinta, 1 fevereiro

Garbuix Agency

quarta, 17 janeiro

Ediciones La Cúpula

segunda, 1 janeiro

Visit Redmoon online casino Canada.