Tendo terminado a leitura do Livro II da série As Águias de Roma (Les Aigles de Rome) propus-me escrever um artigo sobre o primeiro trabalho em que Enrico Marini é simultaneamente desenhador e argumentista.

Marini, atribui ao desenho, nesta obra, maior clareza ao seu traço e um jogo de sombras mais vincado, comparativamente a obras anteriores, nomeadamente à Estrela do Deserto (L' Étoile du désert) cujo argumento é de Stephen Desberg. Existe uma mudança, que poderemos considerar uma evolução, no seu desenho e na riqueza dos cenários. As personagens também ganharam expressividade e dinamismo, com as suas características muito próximas de Alberto Varanda em A Gesta dos Cavaleiros Dragões (La Geste des Chevaliers Dragons). Quanto ao argumento, pouco denso e por vezes algo confuso, transmite-nos uma história interessante entre dois jovens guerreiros com origens distintas, mas criados com a mesma educação e formação. O primeiro álbum, melhor que o segundo, é mais claro e com situações de suspense que nos atraem do principio ao fim do livro.

Pin It
  1. Autor
  2. Seleção
  3. Facebook

Bartolomé Seguí

terça, 16 janeiro

Gabi Beltrán

terça, 16 janeiro

Neil Gaiman

domingo, 14 janeiro

Francesc Capdevila

segunda, 1 janeiro

Michael Farr

domingo, 31 dezembro

A Sombra do Corvo

domingo, 31 dezembro

Murena - A Vingança d…

quinta, 24 agosto

Os Ignorantes

sábado, 12 agosto

O Julgamento de Tinti…

sábado, 12 março

  1. Livro
  2. Clássico
  3. Editora

Tintin com...

segunda, 22 janeiro

O Professor Calys...

segunda, 22 janeiro

K.O. em Telavive

quarta, 17 janeiro

Os Trilhos do...

terça, 16 janeiro

Os Trilhos do...

terça, 16 janeiro

S.O.S. Meteoros por E…

sábado, 12 março

Quem são os Longway ?

domingo, 13 março

XIII - A Série

domingo, 03 abril

Christian Godard: Mar…

domingo, 03 julho

Garbuix Agency

quarta, 17 janeiro

Ediciones La Cúpula

segunda, 1 janeiro

Sergio Bonelli...

segunda, 1 janeiro

Steinkis Editions

segunda, 1 janeiro

Distribuidora Record

quarta, 6 dezembro