Loading, please wait...

Dados do Livro

Torpedo 1936 - 4
Título: Torpedo 1936 - 4
Título original: Torpedo 1936
Série: Torpedo 1936
Idioma: Português
Editora: Levoir
Editora de origem: Toutain Editor
Género: Policial-Thriller
Data edição: 2018/02
Dimensões: 195 x 265 mm
ISBN: 978-989-682-713-7
Categoria: Álbum bd
Classificação 18Geral17Qualidade18Desenho19Argumento
Valor do livro: EUR 12.00
Encadernação: Capa dura
Nº de páginas: 152
Depósito legal: 436124/18
Nº de visualizações: 584
Sinopse:

O quarto volume da edição integral de Torpedo 1936, compreende treze histórias, sendo que doze delas são completamente inéditas em português.

Este volume começa com as histórias O Sórdido e Lolita, que contam a juventude de Luca Torelli em Nova Iorque. Lolita fazia parte de um lote de seis histórias contratadas pelo El País Semanal, mas devido ao delicado tema abordado foi censurada e nunca chegou a ser publicada. Estas e outras histórias foram originalmente publicadas no suplemento semanal do El País e nas revistas Luca Torelli es Torpedo, Co & Co e Viñetas e só posteriormente reunidas em livro.

Neste volume são apresentadas várias histórias sobre o ajudante de Torpedo, Rascal, que ficaremos a conhecer melhor, em Nem Tudo o que Seduz é Ouro, e onde compreenderemos o porquê do seu fracasso junto das mulheres. Em a Outra Face da Miúda, descobrirá que trabalhar com Torpedo pode ter grandes desvantagens e em A Madrinha, irá travestir-se para ajudar o seu patrão em mais um plano de vingança. Entre as várias histórias apresentadas destaca-se Uma, Duas e Três, onde em apenas uma página é resumida toda a vida de Luca Torelli.

Este quarto volume termina com Cuba, onde Torpedo e Rascal vão fazer um “serviço” para o milionário Francis Wyncoop, que se quer vingar de Jimmy Carlson, o seu antigo amante, que fugiu para Cuba, onde vive rodeado por um exército de guarda-costas.

A última história deste volume enquadra-se no início da década de 50, já que a actividade da guerrilha que ia levar à queda do regime de Batista e à ascensão ao poder de Fidel Castro em 1959, desempenha um papel de relevo na trama. As habituais referências ao cinema voltam a aparecer, sendo claras nos guarda-costas de Jimmy Carlson, parecendo os Dalton, que Goscinny criou para Lucky Luke, mantendo os mesmos nomes, só faltando um, William.

A ironia e o sentido do humor de Abulí, combinam na perfeição com o traço de Bernet, o mestre do branco e preto, para criar uma verdadeira obra de arte.

Uma obra para ler aos poucos, como se degusta um bom rum num recanto na cálida Cuba.  (fonte Levoir)

Autor Função
Enrique Sánchez Abulí Argumentista
Jordi Bernet Desenhador
  1. Autor
  2. Seleção
  3. Facebook

Terkel Risbjerg

domingo, 9 setembro

Manuele Fior

quarta, 5 setembro

Anne-Caroline...

segunda, 3 setembro

Alfonso Zapico

terça, 28 agosto

Pénélope Bagieu

quinta, 26 julho

  1. Livro
  2. Clássico
  3. Editora

Cinco Mil...

domingo, 9 setembro

Gente de Dublin

segunda, 3 setembro

Destemidas -...

quinta, 19 julho

Uma irmã

quinta, 19 julho

O Farol / O Jogo...

sexta, 13 julho

S.O.S. Meteoros por E…

sábado, 12 março

Quem são os Longway ?

domingo, 13 março

XIII - A Série

domingo, 03 abril

Christian Godard: Mar…

domingo, 03 julho

Éditions Sarbacane

quarta, 19 setembro

G. Floy Studio

quarta, 19 setembro

Les éditions...

domingo, 9 setembro

Dibbuks

quinta, 28 junho

Norma Editorial

sábado, 7 abril

Visit Redmoon online casino Canada.